Omitir los comandos de cinta
Saltar al contenido principal
Inicio de sesión
Desplazarse hacia arriba

Flexibilização da CLT não é determinante para o recuo do desemprego

Por :
Elapsed=00:00:00.1008913

09/08/2016 9:20 Artículo

​A reforma trabalhista é uma das pautas prioritárias do atual governo para minimizar o impacto do desemprego. A proposta pretende prestigiar os acordos e negociações coletivos com os sindicatos sobre as leis da CLT.

A medida encontra apoio no empresariado e na posição do atual presidente do TST Ministro Ives Gandra Martins Filho. Em contrapartida, tem resistência das centrais sindicais que fazem oposição ao governo e na própria Justiça do Trabalho, destacando-se o manifesto de repúdio da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) contra o discurso do Ministro Ives.

 
 

Publicaciones Vinculadas

Inscríbase para recebir newsletter

Skip Navigation LinksFlexibilizacao-da-CLT-nao-e-determinante-para-o-recuo-do-desemprego