Omitir los comandos de cinta
Saltar al contenido principal
Inicio de sesión
Desplazarse hacia arriba

Oportunidade de Redução da Alíquota do SAT e Possibilidade de Recuperação de Valores se evidencia por Recente Julgado do STJ


22/09/2014 21:00 Demarest News

​Oportunidade de Redução da Alíquota do SAT e Possibilidade de Recuperação de Valores se evidencia por Recente Julgado do STJ

Em ação individual proposta por empresa do setor de autopeças, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) afastou a majoração da alíquota do Seguro contra Acidentes do Trabalho (SAT) pelo Decreto nº 6.957/2009, sob o fundamento de que a União Federal não teria justificado o motivo pelo qual a categoria a que o contribuinte se encaixa teve sua alíquota majorada.

O SAT é recolhido de acordo com o grau de risco (1%, 2% ou 3% sobre a folha de salários), sendo sua alíquota, apesar de disposta em lei, alterada regularmente pela edição de decretos legislativos que definem o grau de risco por atividade (código da CNAE), respeitando a atividade preponderante em cada estabelecimento que possua inscrição de 'CNPJ' própria.

A ação em discussão foi motivada pela edição do Decreto nº 6.957/2009, que alterou as alíquotas de diversas categorias econômicas, majorando-as (em sua grande maioria), com base em um suposto aumento na ocorrência de acidentes de trabalho, que justificaria, assim, uma maior arrecadação para o custeio dos benefícios acidentários concedidos pela Previdência Social.

Ao julgar a ação, por entender não justificado o aumento da alíquota, o STJ conferiu ao contribuinte a redução da alíquota para 2% (que havia sido majorada para 3% em 2009). Essa decisão apresenta um bom precedente, não só considerando as empresas envolvidas nesse ramo de atividade, mas para todos os demais contribuintes que entenderem que sua categoria teve a alíquota majorada de forma equivocada e não comprovada, o que pode representar uma diminuição de alíquota, além da recuperação dos valores pagos no passado de forma equivocada (últimos 5 anos, com correção pela taxa SELIC).

Havendo interesse, ficamos à disposição para maiores esclarecimentos.
 
Demarest Advogados
 
 
Sócios da área Previdenciária
 
 
Advogados da área Previdenciária
Rodrigo Ramos de Arruda Campos
 
Luiz Felipe de Alencar Melo Miradouro
E-mail: rcampos@demarest.com.br
 
E-mail: lfmelo@demarest.com.br
 
 
 
Marcello Pedroso Pereira
 
Alexandre Ponce de Almeida Insfran
E-mail: mppedroso@demarest.com.br
 
Chede Domingos Suaiden
E-mail: csuaiden@demarest.com.br
 
E-mail: ainsfran@demarest.com.br
 
Julia Henriques Guimarães
E-mail: jguimaraes@demarest.com.br
 
Luiza Valéri Pires
E-mail: lvaleri@demarest.com.br

Publicaciones Vinculadas

Inscríbase para recebir newsletter

Skip Navigation Linksoportunidade-de-reducao-da-aliquota-do-sat-e-possibilidade-de-recuperacao-de-valores-se-evidencia-po