Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon
Navegar para Cima

Thiago Giantomassi Medeiros

Sócio

Resumo da Experiência

Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) em 2002; em 2007 obteve título de mestre pela mesma Universidade. Giantomassi concentra sua atuação em finanças corporativas e negócios com empresas, com foco em mercado de capitais, infraestrutura, bem como fusões e aquisições. Assessora bancos de investimento, private equity firms, sociedades fechadas e abertas, acionistas controladores, investidores, intermediários e assessores em operações domésticas e internacionais, em uma variedade de setores da economia. Ele foi membro do Corporate Organizations and Securities Practice Group do Lex Mundi e, atualmente, faz parte do comitê de Cross Border Transactions do Lex Mundi.

Destaques

  • 2017: Assessorou a Mitsui na negociação e assinatura do novo acordo de acionistas da Valepar (holding da Vale) e todas as etapas para a listagem da Vale no segmento Novo Mercado, da BM&FBOVESPA. Um deal de R$5,9 bilhões.
  • 2017: Assessorou a XP Investimentos, na oferta pública de distribuição de CRA da Eco Securitizadora totalizando a captação de R$67 milhões, com créditos lastreados oriundos de uma Cédula de Crédito à Exportação emitida pela S.A. Usina Coruripe Açúcar e Álcool em favor do Banco Fibra e cedida para a Eco Securitizadora.
  • 2017: Assessorou a MRV Engenharia (emissora) e o Banco BTG Pactual (instituição intermediária), no âmbito da distribuição pública (CVM 476) de Debêntures no valor total de R$750 milhões.
  • 2017: Assessorou os acionistas da Auto Ricci na sua alienação para a Locamerica, uma companhia aberta e negociada na Bolsa de Valores, no segmento Novo Mercado, formando um dos maiores conglomerados de aluguel de carros no Brasil, com faturamento superior a R$1,1 bilhão por ano.
  • 2017: Assessorou os bancos Caixa Econômica Federal e o Santander na oferta pública de distribuição de debêntures (CVM 476) da Neoenergia (emissora), no valor total de R$250 milhões.
  • 2017: Atuou como representante dos coordenadores Itaú BBA (líder), BB Banco de Investimento, Bradesco BBI e Santander na oferta pública de distribuição de CRA da Eco Securitizadora, totalizando a captação de R$845,9 milhões, com créditos lastreados oriundos de debêntures da Klabin.
  • 2017: Atuou como assessor legal do Coordenador Líder, XP Investimentos, na oferta pública de CRA da Eco Securitizadora, totalizando R$135 milhões. Os créditos que serviram de lastro são oriundos de uma Cédula de Crédito à Exportação emitida pela S.A. Usina Coruripe Açúcar e Álcool, em favor do Banco Fibra e cedida para a Eco Securitizadora.
  • 2017: Atuou como representante dos coordenadores Itaú BBA (líder), Bradesco BBI, BB Banco de Investimento e Santander na oferta pública de distribuição de CRA da Eco Securitizadora, totalizando a captação aproximada de R$1 bilhão. Os créditos que serviram de lastro são oriundos de debêntures da Ipiranga Produtos de Petróleo S.A. e contam com garantia fidejussória da Ultrapar Participações.
  • 2017: Assessorou os vendedores na alienação da Apoema Participações à LSF10 Casa Participações (entidade do grupo Lone Star), como resultado do interesse estratégico da Lone Star no mercado de NPL brasileiro (créditos inadimplidos ou de difícil recuperação).
  • 2017: Assessorou a Mosaic na securitização de recebíveis comerciais relacionados com a venda de fertilizantes, num valor total de R$115,2 milhões por meio de uma oferta pública de CRA da Gaia Agro. Mosaic captou R$89,7 milhões com a operação. A operação envolveu a emissão de uma segunda série de CRA, subordinada à primeira, adquirida pela Mosaic, em montante total de R$15,8 milhões. Os CRA Seniores se beneficiaram de uma apólice de seguro de crédito da AIG Insurance Company of Canada, suportada por resseguro emitido pela National Union Fire Insurance Company of Pittsburg – PA.
  • 2016: Assessorou a Log Commercial Properties e Participações S.A. no aumento de capital de R$250 milhões, totalmente subscrito e integralizado pelos acionistas atuais da companhia e outorga de um mecanismo anti-dilutivo aos acionistas participantes do aumento de capital.
  • 2016: Assessorou como deal counsel a oferta pública de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) da Ápice Securitizadora, no valor de R$50 milhões, sob coordenação da XP Investimentos, com lastro em créditos imobiliários representados por uma Cédula de Crédito Imobiliário e oriundos de debêntures emitidas pela Urbamais Properties, sobre as quais recaem fiança de sua controladora, a MRV Engenharia.
  • 2016: Assessorou a emissora, Octante Securitizadora, e o coordenador líder, Citibank, na oferta de CRAs totalizando R$114,4 milhões, com lastro decorrente de (i) Cédulas de Produto Rural (CPR) emitidas por produtores ou cooperativas com relações comerciais com a Syngenta e (ii) Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA) emitidas por distribuidores com relações comerciais com a Syngenta. A emissão contou com uma apólice da AIG Insurance Company of Canada e ressegurada pela AIG Europe.
  • 2016: Assessorou os coordenadores Bradesco BBI (líder), Itaú BBA e BB Banco de Investimento e a emissora VERT, na oferta pública CRAs totalizando a captação de R$1,5 bilhão, com lastro em CDCA de contratos de exportação entre (i) BRF S.A. e BRF Global GmbH e (ii) a SHB e BRF Foods GmbH.
  • 2016: Assessorou o coordenador Votorantim Asset Management na estruturação e implementação do FIP Nova Raposo, bem como na oferta pública de distribuição, no valor total de R$300 milhões.
  • 2016: Assessorou a Jalles Machado na oferta de CRAs emitidos pela Ápice Securitizadora, totalizando R$135 milhões, com lastro em CPR emitida pela Jalles Machado.
  • 2016: Assessorou a Monsanto do Brasil e a Monsoy na oferta de CRAs emitidos totalizando R$315 milhões, com lastro em fluxo de crédito decorrente de contratos de compra e venda de produtos rurais celebrados entre a Monsanto do Brasil e a Monsoy e cada cliente.
  • 2016: Assessorou como deal counsel a oferta de CRI da Ápice Securitizadora, no valor total de R$200 milhões, sob coordenação da XP Investimentos e lastreado por uma Cédula de Crédito Imobiliário emitida pela Ápice e oriundos de debêntures emitidas pela MRV Engenharia.
  • 2016: Assessorou a emissora RB Capital e o coordenador líder RB Capital DTVM na oferta de CRI da RB Capital no valor inicial de R$ 144,5 milhões, lastreados por Cédula de Crédito Imobiliário emitida pelo Northwest Investimentos Imobiliários em Saúde Fund I – FII, na qualidade de cedente, correspondentes a percentual do aluguel devido pela Rede D'Or São Luiz no contrato de locação do Hospital Caxias D'Or.
  • 2016: Assessorou como deal counsel a reestruturação de dívidas da Armco do Brasil junto aos credores e debenturistas Banco do Brasil, Santander e Itaú Unibanco no valor aproximado de R$300 milhões, incluindo a concessão de nova linha de crédito e o desinvestimento de sua antiga planta industrial.
  • 2016: Assessorou a emissora RB Capital e o coordenador líder RB Capital DTVM na oferta de CRI com valor inicial de R$34,8 milhões, lastreados por Cédula de Crédito Imobiliário emitida pelo Northwest Investimentos Imobiliários em Saúde Fund I – FII, na qualidade de cedente, correspondentes a percentual do aluguel devido pela Rede D'Or São Luiz no contrato de locação do Hospital e Maternidade Brasil.
  • 2016: Assessorou o BB-Banco de Investimento, a XP Investimentos, o Bradesco BBI e a Eco Securitizadora na oferta de CRA da Eco Securitizadora, totalizando R$200 milhões, lastreado por CDCA emitido pela JSL.
  • 2016: Assessorou a emissora RB Capital e o coordenador líder RB Capital na oferta de CRI com valor inicial de R$ 183,8 milhões, lastreado por Cédula de Crédito Imobiliário emitida pelo Northwest Investimentos Imobiliários em Saúde Fund I – FII, na qualidade de cedente, correspondentes a percentual do aluguel devido pela Rede D'Or São Luiz no contrato de locação do Hospital e Maternidade Brasil.
  • 2016: Assessorou o coordenador líder Bradesco BBI na oferta de CRA da Octante Securitizadora, totalizando R$1 bilhão, lastreado por um "Contrato Global de Fornecimento de Produtos do Agronegócio e Outras Avenças", celebrado entre BRF S.A. e BRF Global GmbH.
  • 2016: Assessorou a emissora RB Capital e o coordenador líder Bradesco BBI em uma oferta de CRA com valor total de R$294,5 milhões, lastreado por CDCA emitido pela VLI Multimodal S.A. e garantido por sua controladora, VLI S.A.
  • 2016: Assessorou como deal counsel a oferta de CRA da Gaia Agro, totalizando R$79,5 milhões, com lastro em direitos creditórios do agronegócio oriundos de direitos creditórios performados ou em fase de performance, de titularidade da CCAB Agro, contra seus clientes, representados por duplicatas ou pedidos de compra vinculados aos seus respectivos contratos de fornecimento de insumos. O Santander atuou como coordenador líder.
  • 2016: Assessorou Banco Votorantim, Itaú BBA, Banco Caixa Geral e Santander na oferta de debêntures da Let's Rent a Car no valor total de R$90 milhões.
  • 2015: Assessorou o GIC, fundo soberano de Singapura, na venda de 2% do capital social da Rede D'Or São Luiz para o fundo de investimentos Carlyle. A transação complementa uma série de outras três operações do GIC com a Rede D'Or no mesmo ano: (i) em maio, o GIC adquiriu 15% de participação na Rede D'Or (7,5% da família Moll, fundadora do grupo, e 7,5% do Grupo BTG Pactual); (ii) em julho, executou uma follow-on em que adquiriu uma participação adicional de 1% do BTG Pactual; (iii) na terceira aquisição o GIC adquiriu a participação do BTG Pactual de 11,9% na Rede D'Or, no início de dezembro.
  • 2015: Assessorou a Companhia Paulista de Securitização (CPSEC) na oferta pública de debêntures da terceira emissão da CPSEC, nos termos da Instrução CVM nº 400/03, com captação de R$ 740 milhões. A oferta pública foi intermediada pelo Banco Fator S.A. (coordenador líder), Banco ABC Brasil S.A., Banco Santander (Brasil) S.A. e pelo Banco Caixa Geral - Brasil S.A.
  • 2015: Assessorou na estruturação de projeto de investimento na área de infraestrutura e na oferta pública de debêntures da primeira emissão da Salus Infraestrutura S.A., com captação de cerca de R$320,9 milhões, nos termos da Instrução CVM nº 400/03, conforme alterada. A RB Capital Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. atuou como instituição intermediária líder da oferta pública.
  • 2015: Assessorou o Banco Bradesco BBI S.A. na oferta pública de certificados de recebíveis do agronegócio da segunda emissão da Octante Securitizadora S.A. (CRA), com captação de R$300 milhões, vinculados a direitos creditórios do agronegócio provenientes de 1 (um) certificado de direitos creditórios do agronegócio (CDCA) emitido pela Copersucar S.A.. O CDCA possuía como lastro direitos creditórios oriundos de Cédula de Produto Rural (CPR) emitida pela Cooperativa de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo, em favor da Copersucar S.A..
  • 2015: Assessorou a MRS Logística S.A. na oferta pública de debêntures da sua sétima emissão, nos termos da Instrução CVM 400/03, conforme alterada, com captação de cerca de R$550,7 milhões. A oferta pública foi intermediada pelo Banco Santander (Brasil) S.A. (Coordenador Líder) e pelo BB-Banco de Investimento S.A.
  • 2014: Assessorou a Companhia Paulista de Securitização (CPSEC) na oferta pública com esforços restritos de distribuição, nos termos da Instrução CVM nº 476/09, de debêntures da segunda emissão da CPSEC, com captação de cerca R$5,9 bilhões. A oferta pública foi intermediada pelo Banco Fator S.A. (coordenador líder), Banco ABC Brasil S.A., Banco Santander (Brasil) S.A. e pelo Banco Caixa Geral - Brasil S.A.
  • 2014: Assessorou a Generali na venda da sua divisão de investment banking, presente em 10 jurisdições, para o Banco BTG Pactual S.A., em transação de USD 1,7 bilhões.
  • 2013: Assessorou nas ofertas pública e privada de quotas do Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura, primeiro fundo constituído nos termos do artigo 3º da Lei nº 12.431/11. O Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura captou, por meio das ofertas pública e privada de quotas, R$ 315,8 milhões. A oferta pública foi intermediada pelo Banco Votorantim S.A. (coordenador líder), o BB-Banco de Investimento S.A. e pelo Votorantim Asset Management Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

Reconhecimentos

Giantomassi foi reconhecido como líder pelo Chambers, Legal 500 e IFLR. 

"Um poderoso negociador." (Chambers Report)

"Conhecimento técnico elevado, principalmente em relação às operações financeiras estruturadas. Sua dedicação aos projetos, a atenção aos detalhes e respostas rápidas são o que fazem dele um profissional muito produtivo." (Chambers Report)

"Nos orientou muitas vezes através da complicada estrutura legal e regulamentória do Brasil, e nos dá acesso aos recursos adequados no escritório." (Chambers Report)

 

Formação

  • 2007: Universidade de São Paulo, Faculdade de Direito, São Paulo, Brasil, Mestre em Direito.
  • 2002: Universidade de São Paulo, Faculdade de Direito, São Paulo, Brasil, Bacharel em Direito.

Idiomas

Português; Inglês

Áreas de Atuação

Skip Navigation Linksthiago-giantomassi-medeiros