Sócio

Eduardo Alcântara

vcard

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Trabalhista

ESCRITÓRIO

São Paulo

CONTATO

+55 11 3356 2162
ealcantara@demarest.com.br

Notícias Relacionadas

Sócio da área Trabalhista do Demarest, Eduardo Alcântara Lopes é especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP/COGEAE) e cursa MBA em Gestão de Pessoas pela Universidade de São Paulo (USP). Sua atuação é focada em ações judiciais individuais e coletivas de alta complexidade. Dentre seus principais clientes estão empresas do ramo de indústria, varejo, energia, bens de consumo e tecnologia. É membro titular da Seção Brasileira de Jovens Juristas da International Society for Labour and Social Security Law (ISLSSL) e membro do Instituto Latinoamercano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social (ILTRAS).

Assessorou empresa multinacional de gás e óleo em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que pretendia a responsabilização pelo afundamento de quatro bairros na cidade de Maceió/AL. O valor envolvido R$ 1,7 bilhão.
Assessorou empresa nacional do setor de logística integrada na arrematação de hotel no valor de R$ 40 milhões.
Assessorou empresa multinacional de montagem e manutenção de elevadores e escadas rolantes em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que pretendia a reelaboração de todas as normas de saúde e segurança do trabalho adotadas, em valor envolvido de R$ 35 milhões.
Assessorou instituições bancárias em ações civis públicas movida pelo Ministério Público do Trabalho sobre a Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) prevista na Resolução Bacen nº 4.327, de 25 de abril de 2014.
Assessorou empresa nacional do setor têxtil em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que discutiu o tema de trabalho infantil, análogo à condição de escravo e a perda do seu CNPJ no Estado de São Paulo.

Especialização em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), São Paulo, Brasil (2013)
Bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), São Paulo, Brasil (2009)

Membro da Seção Brasileira de Jovens Juristas, da International Society for Labour and Social Security Law (ISLSSL)
Membro do Instituto Latinoamericano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social (ILTRAS)

Autor do capítulo “O Direito de Greve no Brasil” do livro “Relações Trabalhistas e sindicais”, Literare Books, 1ª edição, 2021.

Português

Sócio da área Trabalhista do Demarest, Eduardo Alcântara Lopes é especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP/COGEAE) e cursa MBA em Gestão de Pessoas pela Universidade de São Paulo (USP). Sua atuação é focada em ações judiciais individuais e coletivas de alta complexidade. Dentre seus principais clientes estão empresas do ramo de indústria, varejo, energia, bens de consumo e tecnologia. É membro titular da Seção Brasileira de Jovens Juristas da International Society for Labour and Social Security Law (ISLSSL) e membro do Instituto Latinoamercano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social (ILTRAS).

Assessorou empresa multinacional de gás e óleo em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que pretendia a responsabilização pelo afundamento de quatro bairros na cidade de Maceió/AL. O valor envolvido R$ 1,7 bilhão.
Assessorou empresa nacional do setor de logística integrada na arrematação de hotel no valor de R$ 40 milhões.
Assessorou empresa multinacional de montagem e manutenção de elevadores e escadas rolantes em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que pretendia a reelaboração de todas as normas de saúde e segurança do trabalho adotadas, em valor envolvido de R$ 35 milhões.
Assessorou instituições bancárias em ações civis públicas movida pelo Ministério Público do Trabalho sobre a Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) prevista na Resolução Bacen nº 4.327, de 25 de abril de 2014.
Assessorou empresa nacional do setor têxtil em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que discutiu o tema de trabalho infantil, análogo à condição de escravo e a perda do seu CNPJ no Estado de São Paulo.

Especialização em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), São Paulo, Brasil (2013)
Bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), São Paulo, Brasil (2009)

Membro da Seção Brasileira de Jovens Juristas, da International Society for Labour and Social Security Law (ISLSSL)
Membro do Instituto Latinoamericano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social (ILTRAS)

Autor do capítulo “O Direito de Greve no Brasil” do livro “Relações Trabalhistas e sindicais”, Literare Books, 1ª edição, 2021.

Português

Sócio da área Trabalhista do Demarest, Eduardo Alcântara Lopes é especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP/COGEAE) e cursa MBA em Gestão de Pessoas pela Universidade de São Paulo (USP). Sua atuação é focada em ações judiciais individuais e coletivas de alta complexidade. Dentre seus principais clientes estão empresas do ramo de indústria, varejo, energia, bens de consumo e tecnologia. É membro titular da Seção Brasileira de Jovens Juristas da International Society for Labour and Social Security Law (ISLSSL) e membro do Instituto Latinoamercano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social (ILTRAS).

Assessorou empresa multinacional de gás e óleo em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que pretendia a responsabilização pelo afundamento de quatro bairros na cidade de Maceió/AL. O valor envolvido R$ 1,7 bilhão.
Assessorou empresa nacional do setor de logística integrada na arrematação de hotel no valor de R$ 40 milhões.
Assessorou empresa multinacional de montagem e manutenção de elevadores e escadas rolantes em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que pretendia a reelaboração de todas as normas de saúde e segurança do trabalho adotadas, em valor envolvido de R$ 35 milhões.
Assessorou instituições bancárias em ações civis públicas movida pelo Ministério Público do Trabalho sobre a Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) prevista na Resolução Bacen nº 4.327, de 25 de abril de 2014.
Assessorou empresa nacional do setor têxtil em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho que discutiu o tema de trabalho infantil, análogo à condição de escravo e a perda do seu CNPJ no Estado de São Paulo.

Especialização em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), São Paulo, Brasil (2013)
Bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), São Paulo, Brasil (2009)

Membro da Seção Brasileira de Jovens Juristas, da International Society for Labour and Social Security Law (ISLSSL)
Membro do Instituto Latinoamericano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social (ILTRAS)

Autor do capítulo “O Direito de Greve no Brasil” do livro “Relações Trabalhistas e sindicais”, Literare Books, 1ª edição, 2021.

Português