STF nega adiamento de julgamentos virtuais de processos tributários

Casos tributários relevantes, que estavam previstos para serem julgados no Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), foram redirecionados para o meio virtual por causa da pandemia da covid-19. Nesse formato, há previsão de envio de defesas orais e memoriais apenas por e-mail.

Download 

ÁREAS RELACIONADASADVOGADOS RELACIONADOS