A formiga ou o formigueiro? A responsabilidade solidária concorrencial

Imagine-se uma sociedade de formigas, certamente uma das mais organizadas do reino animal, senão a mais. Tais insetos são capazes de formar grupos extremamente complexos, onde cada grupo de indivíduos tem funções específicas e distintas dos demais. Apesar das diferenças, no entanto, todas as formigas trabalham em harmonia em prol de um bem comum. Constituem, em verdade, um conglomerado de natureza colaborativa com objetivo de fazer prosperar a comunidade.

Download